quarta-feira, 10 de agosto de 2011

BEM VINDAS!!!


Eu decidi criar esse blog em outubro de 2010 durante uma viagem ao Rio de Janeiro com a família toda. Lembro que na época me peguei angustiada e cheia de dúvidas com relação ao que era ser uma boa mãe e se eu estava sendo uma boa mãe para o meu filho. Confesso que ainda agora, uns meses depois daquela crise existencial ainda não consegui chegar a uma conclusão mas com o passar do tempo desencanei um pouco dessa busca utópica e relativa porque eu descobri que já buscando ser uma boa mãe, eu automaticamente me tornava uma.
Por isso, por querer ajudar futuras mamães e as já mamães, que assim como eu às vezes se veem nesse vuco vuco de novidades, questionamentos e mistura de sentimentos, resolvi criar esse cantinho, pra que elas possam sanar algumas dúvidas ou simplesmente se reconhecerem nas palavras de outras mães. Eu vejo se formar hoje em dia uma vitrine de mulheres perfeitas, “a la dona Gisele Bündchen” que parem na banheira de casa sem anestesia e dizem que não dói nadica, que desfraldam seu filho com sucesso aos seis meses, que dizem que não precisam de ajuda de babá, que vivem lindas e maravilhosas e voi lá, nós, reles “mortais” nos sentimos a última mãe do parquinho, já que optamos pelo parto cesárea, temos um filho de três anos que ainda usa Pampers e chamamos a mãe, a sogra, a madrinha e se o dinheiro der, 5 babás pra morar com a gente depois que o bebê nasce. Não dá pra florear tudo não, ser mãe é uma beleza mas ao mesmo tempo é um fardo, que carregamos com o maior dos sorrisos na boca mas que pesa tanto quanto!
E ainda tem o famoso sentimento de culpa que carregamos, seja por ter abandonado tudo para cuidar do filho ou por ter abandonado um pouco o filho pra cuidar de nós mesmas. Todas as mães às vezes tem vontade de sumir depois de algumas (ou várias) noites mal dormidas, todas as mães acham que os pais poderiam ajudar mais, todas as mães se cobram tentando ser uma boa mãe, uma esposa presente, uma profissional dedicada, uma boa dona de casa e ainda por cima ter a bunda lisinha! E vamos combinar colegas, quase sempre não somos valorizadas como deveríamos! Porque podemos não saber exatamente o que está acontecendo no mundo da política ou na Economia nacional mas sabemos cortar a unha de um bebê recém nascido perfeitamente e nos desdobrar em mil pra cuidar da casa e dos filhos com muita categoria, coisa que o mais foda dos políticos e economistas com certeza não devem saber! Enfim, espero que esse espaço sirva pra vocês como alguns blogs de maternidade serviram pra mim nos momentos de desespero. Vou envolver vocês mamães nos posts através de entrevistas, pitacos, opiniões, críticas...quero muito que todas participem comentando, seguindo, dando idéia pra post e assim quem sabe vocês não sejam a próxima entrevistada daqui do blog!!! Portanto, sejam todas bem vindas e sintam-se a vontade para botar a boca no trombone!!!

Amanhã já vamos ter a primeira entrevista daqui do blog. Mariana Zanotto do blog “Pequeno Guia Prático para Mães sem Prática” responde algumas perguntas e nos enche de humor e dicas sobre a real da maternidade. Não percam!

Beijo beijo

p.s. para contatos o meu email é ju_bp@hotmail.com.

5 comentários:

agorasoumae disse...

Ju,

Já adorei o blog! A gente sempre lê sobre esse mundinho de mães perfeitas e espera que será assim (ou pelo menos parecida com isso).. mas sabemos que a realidade é bem diferente!
Tem um blog sobre este tema que eu sempre leio e acho super engraçado.. é o http://motherhoodwtf.com/
Beijos e sucesso com o blog!!

Paula Franzoni disse...

juu adorei o blog!!! é impressionante como todas as maes no fundo pensam exatamente as mesmas coisas! haha beijaoo!!

Alice disse...

Adorei! Como tu já sabe, não sou mãe mas adoro ler coisas sinceras e bem escritas. Já era fã do outro blog e vou continuar sendo deste!!!

Muito sucesso com o blog novo e logo tenho minhas fotinhos maternity separadas!
;)
Beijos
Alice

Erika Ferreira disse...

olá, adorei o seu blog.
depois da uma oladinha no meu. bjs
http://pipoquinhadamamae.blogspot.com/

Carol Cobra Pegoraro disse...

Como sempre adorei né...
Muito bem escrito e fascinante.
Consegues prender minha atenção ;)
Te amo amiga,
Com certeza seguirei o blog, mesmo ainda não tendo tido a experiência da maternidade!
Beijos
Carol